Inspiração profissional - Revista Natureza - Pequeno Espaço

Voltar para Publicações

linha03

Inspiração profissional - Revista Natureza - Pequeno Espaço

Criado com base em uma reportagem da Revista Natureza, o jardim é a prova de que dá para renovar sozinho o paisagismo

01 rev natureza vasos vasart foto andre fortes

Planejar o jardim vai ser um prazer. Esta era a expectativa da leitora Silvana Novaes quando decidiu renovar, sem a ajuda de um paisagista, o espaço sobre a laje da garagem de sua casa. A decisão foi tomada depois de ver o projeto da paisagista Ivani Kubo, publicado na edição 296 da Revista Natureza. “O espaço era repleto de frutíferas e dava dicas de execução”, conta.

O piso de pedriscos e deque, por exemplo, chamou a atenção por não exigir quebradeira. Outra ideia que ela copiou foi a distribuição das plantas em vasos de mesma cor, mas de tamanhos diferentes. “Eles deixam o jardim mais dinâmico”, explica.

Para levar adiante o plano de criar sozinha seu jardim, a aspirante a paisagista não poupou esforços: mediu a área disponível – 4,5 m x 4,5 m –, e usou uma escala de 1 x 10 para desenhar suas ideias antes de executá-las. O que facilitou o trabalho, segundo Silvana Novaes, foi uma técnica que ela mesma desenvolveu. “Em vez de desenhar os vasos no projeto, eu os desenhei à parte, recortei e fiquei brincado de distribuí-los, até encontrar a melhor composição”, explica.

11 rev natureza vasos vasart foto andre fortes

05 rev natureza vasos vasart foto andre fortes

SABOROSO E COLORIDO

Para escolher as plantas do paisagismo, Silvana Novaes levou em consideração duas coisas que a família gosta de fazer: relaxar no spa e convidar os amigos para um churrasco ou pizzada. Por isso, reservou bastante espaço para o cultivo de espécies frutíferas, ervas e temperos.

Nos vasos próximos ao spa, local que recebe bastante sol, plantou limão-siciliano (Citrus limon) (1) e laranjinha-kikan (Fortunella margarita) (2), entre outras frutíferas. Já o capim-santo (Cymbopogon citratus) (3) e o alecrim (Rosmarinus officinalis) (4) são mantidos em vasos próximos à parede, disfarçada por podocarpos (Podocarpus macrophyllus var. maki) (5) e pleomele-variegado (Dracaena reflexa ‘Variegata’) (6).


O jardim também ganhou espécies anuais para ficar colorido. Destaque para o vaso mix elaborado com campânulas (Campanula medium – Champion Series) (7) e maria-sem-vergonha (Impatiens walleriana – Hybrid F1) (8), e para o vaso empilhável Vasart com rosinhas-de-pedra (9) – uma suculenta bastante rústica – e violetas (Saintpaulia ionantha) (10), planta perene que permanece florida por longos períodos.

12 rev natureza vasos vasart foto

08 rev natureza vasos vasart foto andre fortes

10 rev natureza vasos vasart foto andre fortes

REFEIÇÕES NO JARDIM

A cozinha gourmet ao ar livre também foi planejada por Silvana. “Optei por uma decoração clean, para valorizar o verde do jardim”, explica. Como o espaço era comprido, a churrasqueira e o forno de pizza de alvenaria, resvestidos por pastilhas Vidrotil brancas, foram dispostos em forma de “L” em um canto. No outro extremo fica a área de refeições com mesa e aparador de madeira. “Os detalhes da ambientação são a parede vermelha e o piso de cerâmica entremeado por tozetos marrons, que delimitam o espaço ocupado pela mesa e as cadeiras”, diz a jardinista.

Para possibilitar o uso do espaço gourmet inclusive nos dias chuvosos, Silvana optou por instalar uma cobertura com estrutura de metal e fechamento em policarbonato canelado, para barrar os raios solares. “Aprendi na prática que o policarbonato tem que ser canelado. Tinha instalado placas lisas e o sol era insuportável”, conta.

O jardim sobre a laje requer pouca manutenção.
As plantas são regadas conforme a necessidade e, mensalmente, Silvana acrescenta um pouco de matéria orgânica aos vasos. Afora isso, o único trabalho é repor alguns pedriscos quando necessário. “Uso um rastelo para varrer as folhas que caem no chão e algumas pedrinhas sempre vão para o lixo”, justifica. É um espaço que só traz alegrias: foi agradável de criar e agora rende bons momentos de lazer.

 

Publicado originalmente na Revista Natureza - Edição 308
Clique aqui para ver o PDF com a diagramação original